Jeanette Ottesen of Denmark on her way out after competing in the women's 100m Freestyle Heats of the LEN European Aquatics Championships 2016 in London, Britain, 17 May 2016.

Jeanette Ottesen of Denmark on her way out after competing in the women’s 100m Freestyle Heats of the LEN European Aquatics Championships 2016 in London, Britain, 17 May 2016.

50 livre feminino –
Melhor tempo – Jeanette Ottesen da Dinamarca 23.72 em Chartres, França
Maior vencedora – Jeanette Ottesen da Dinamarca 9 vitórias, 100%
Nota – Jeanette Ottesen dividiu o pódio com a chinesa Zhu Menchui em Beijing com 24.00. Menchui quebrou o recorde mundial júnior da prova.

100 livre feminino –
Melhor tempo – Jeanette Ottesen da Dinamarca 51.75 em Moscou, Rússia
Maior vencedora – Jeanette Ottesen da Dinamarca 9 vezes, 100%
Nota – Jeanette Ottesen venceu todas as provas, com exceção da última na casa dos 51 segundos. O pior tempo foi em Hong Kong fechando a temporada com 52.46.

586854706-hungarys-katinka-hosszu-celebrates-after-breaking-the-jpg-crop-promo-xlarge2

200 livre feminino –
Melhor tempo – Katinka Hosszu da Hungria 1:52.08 em Berlim, Alemanha
Maior vencedora – Katinka Hosszu da Hungria 9 vitórias, 100%
Nota – Katinka nadou seis vezes na casa dos 1:53. uma vez na casa dos 1:52 e duas vezes para 1:54.

11267175_2016-european-championships-day-7-prelims_2487918c_m

400 livre feminino –
Melhor tempo – Boglarka Kapas da Hungria 3:59.15 em Tóquio, Japão
Maior vencedora – Katinka Hosszu da Hungria 8 vezes
Nota – Boglarka Kapas quebrou o 100% de Katinka Hosszu na prova na penúltima do Circuito. Kapas foi a única a quebrar a barreira dos 4 minutos na temporada.

800 livre feminino –
Melhor tempo – Boglarka Kapas da Hungria 8:12.79 em Tóquio, Japão
Maior vencedora – Katinka Hosszu da Hungria 4 vezes
Nota – Última prova do primeiro dia de cada etapa, Katinka Hosszu, mesmo saindo de outras tantas provas, sempre esteve na água, nem sempre brigando pelo pódio, mas sempre na busca do seu melhor.

50 costas feminino –
Melhor tempo – Emily Seebohm da Austrália 26.15 em Chartres, França
Maior vencedora – Katinka Hosszu da Hungira 5 vezes
Todas vitórias nas 9 etapas, na casa dos 26 segundos.

100 costas feminino –
Melhor tempo – Katinka Hosszu da Hungria 55.59 em Tóquio, Japão
Maior vencedora – Katinka Hosszu da Hungria 9 vitórias, 100%
Nota – Katinka Hosszu nadou quatro vezes na casa dos 55 segundos, a única nadadora do Circuito a quebrar a barreira dos 56.

11519804_daryna-zevina-swims-2nd-fastest-200-back_e1bb5a2_m

200 costas feminino –
Melhor tempo – Daryna Zevina da Ucrânia 1:59.35 em Chartres, França recorde da Copa do Mundo
Maior vencedora – Daryna Zevina da Ucrânia 5 vezes
Nota – Prova equilibrada, Daryna Zevina venceu 5, Katinka Hosszu 4. Apenas Zevina quebrou a barreira dos dois minutos, e só uma vez.

gold-medal

50 peito feminino –
Melhor tempo – Alia Atkinson da Jamaica 28.64 em Tóquio, Japão recorde mundial
Maior vencedora – Alia Atkinson 8 vitórias
Nota – Alia Atkinson só não venceu a etapa de Moscou, onde Yulia Efimova foi vencedora e Atkinson não nadou. A jamaicana nadou três vezes na casa dos 28 segundos, igualou o seu melhor tempo pessoal em Singapura (28.91) e quebrou o único recorde mundial feminino do Circuito em Tóquio (28.64).

100 peito feminino –
Melhor tempo – Alia Atkinson da Jamaica 1:02.36 igualando recorde mundial em Chartres, França
Maior vencedora – Alia Atkinson da Jamaica 6 vitórias em 9 provas
Nota – Alia Atkinson já tinha igualado o recorde mundial da prova no Mundial de Doha em 2014.

200 peito feminino –
Melhor tempo – Rie Kaneto do Japão 2:15.76 em Doha, Catar
Maior vencedora – Rie Kaneto do Japão 6 vezes
Nota – Oito das nove etapas foram vencidas entre 2:15 e 2:16, apenas em Singapura quando Breeja Larson dos Estados Unidos venceu o tempo foi 2:18.95, o mais alto do Circuito.

50 borboleta feminino –
Melhor tempo – Jeanette Ottesen da Dinamarca 24.95 em Berlim, Alemanha
Maior vencedora – Jeanette Ottesen da Dinamarca 9 vezes, 100%
Nota – Apenas em Berlim, Jeanette Ottesen conseguiu quebrar a barreira dos 25 segundos. Rikako Ikee do Japão bateu o recorde mundial júnior da prova com 25.73 em Tóquio, Japão.

100 borboleta feminino –
Melhor tempo – Jeanette Ottesen da Dinamarca 55.80 em Moscou, Rússia
Maior vencedora – Jeanette Ottesen da Dinamarca venceu 5 vezes
Nota – Rikako Ikee do Japão bateu o recorde mundial júnior da prova com 56.46 na etapa de Tóquio, Japão.

200 borboleta feminino –
Melhor tempo – Katinka Hosszu da Hungria e Madeline Groves da Austrália 2:03.34 em Doha, Catar
Maior vencedora – Katinka Hosszu da Hungria 5 vezes
Nota – Única prova que teve empate no vencedor de todo Circuito, foi na etapa de Doha no Catar. Em Beijing, Siyu Wu Chan venceu com novo recorde mundial júnior de 2:05.44.

100 medley feminino –
Melhor tempo – Katinka Hosszu da Hungria 57.12 em Berlim, Alemanha
Maior vencedora – Katinka Hosszu da Hungria 9 vezes, 100%
Nota – Absoluta do início ao fim, cinco vitórias na casa dos 57 segundos, quatro na casa dos 58.

200 medley feminino –
Melhor tempo – Katinka Hosszu da Hungria 2:04.56 em Tóquio, Japão
Maior vencedora – Katinka Hosszu da Hungria 9 vitórias, 100%
Nota – Katinka Hosszu não perde esta prova em Copas do Mundo desde a etapa de Singapura em 2012, são 30 vitórias consecutivas.

400 medley feminino –
Melhor tempo – Katinka Hosszu da Hungria 4:25.69 em Berlim, Alemanha
Maior vencedora – Katinka Hosszu da Hungria 9 vezes, 100%
Nota – Katinka Hosszu não perde esta prova em Copas do Mundo desde a etapa de Beijing em 2013, são 17 vitórias consecutivas. Ela quebrou a barreira dos 4:30 em cinco vezes das nove provas.

Morozov-Vladimir-9-e1436818272286-720x500

50 livre masculino –
Melhor tempo – Vladimir Morozov da Rússia 20.73 em Tóquio, Japão
Maior vencedora – Vladimir Morozov da Rússia 9 vezes, 100%
Nota – Das nove vitórias de Vladimir Morozov seis foram na casa dos 20 segundos. Pior tempo de vitória foi 21.16 na última etapa do Circuito em Hong Kong.

100 livre masculino
Melhor tempo – Vladimir Morozov da Rússia 45.57 em Chartres, França
Maior vencedor – Vladimir Morozov da Rússia 7 vitórias em 9 provas
Nota – Duas vezes Kyle Chalmers da Austrália bateu o recorde mundial júnior da prova, a última 46.12 em Tóquio.

finaswimmingworldcupdohawuu2dddsnzix

200 livre masculino –
Melhor tempo – James Guy da Grã-Bretanha 1:42.22 em Berlim, Alemanha
Maior vencedor – Empatados James Guy, Myles Brown e Kyle Chalmers todos com duas vitórias cada
Nota – Prova muito equilibrada e que teve seis diferentes vencedores em nove etapas.

400 livre masculino –
Melhor tempo – James Guy da Grã-Bretanha 3:39.20 em Berlim, Alemanha
Maior vencedor – Mykhailo Romanchuk da Ucrânia 3 vezes
Nota – Mykhailo Romanchuk nunca tinha disputado uma Copa do Mundo, na primeira prova que nadou venceu, e não perdeu mais.

94cb162e53ad7ad727ef869d505a9f84

1500 livre masculino –
Melhor tempo – Mykhailo Romanchuk da Ucrânia 14:15.49 em Singapura, recorde da Copa do Mundo
Maior vencedor – Mykhailo Romanchuk da Ucrânia 3 vezes
Nota – Prova que teve o maior número de vencedores na temporada, foram sete. Apenas Mykhailo Romanchuk repetiu títulos. Sua marca de Singapura, 14:15.49, foi recorde do Circuito e terceiro melhor tempo da história na distância.

50 costas masculino –
Melhor tempo – Jeremy Stravius da França 22.85 em Chartres, França
Maior vencedor – Pavel Sankovich de Belarus 6 vezes
Nota – Apenas Jeremy Stravius quebrou a barreira dos 23 segundos na temporada.

Swimming - 16th FINA World Championships: Day Fourteen

100 costas masculino
Melhor tempo – Mitchell Larkin da Austrália 49.62 em Moscou, Rússia
Maior vencedor – Mitchell Larkin da Austrália 3 vitórias
Nota – Único nadador a quebrar o 50 foi Mitchell Larkin em Moscou, todas as outras vitórias foi na casa dos 50.

200 costas masculino
Melhor tempo – Mitchell Larkin da Austrália 1:48.31 em Moscou, Rússia
Maior vencedor – Mitchell Larkin da Austrália 5 vezes
Nota – Único na casa dos 1:48 no Circuito, Mitchell Larkin teve duas de suas vitórias abaixo dos 1:50.

82975_20150717145023

50 peito masculino –
Melhor tempo – Cameron van der Burgh da África do Sul 25.75 em Berlim, Alemanha
Maior vencedor – Felipe Lima do Brasil 6 vitórias consecutivas desde Beijing até Hong Kong
Nota – Cameron van der Burgh foi o único a quebrar a barreira dos 26 segundos, fez isso nas três vitórias que teve em Chartres, Berlim e Moscou.

100 peito masculino –
Melhor tempo – Vladimir Morozov da Rússia 56.33 em Beijing, China
Maior vencedor – Vladimir Morozov da Rússia 5 vitórias
Nota – Felipe Lima depois de um bronze e cinco pratas consecutivas levou o ouro na última etapa em Hong Kong com 57.32, o pior tempo entre os vencedores desta prova no Circuito.

200 peito masculino –
Melhor tempo – Marco Koch da Alemanha 2:01.41 em Singapura
Maior vencedor – Marco Koch da Alemanha 8 vitórias
Nota – Marco Koch só não venceu a etapa de Chartres na abertura, ficou doente na véspera e nem caiu na água.

cwarkmrviaed1nx

50 borboleta masculino –
Melhor tempo – Chad Le Clos da África do Sul 22.06 em Moscou, Rússia
Maior vencedor – Chad Le Clos da África do Sul 9 vitórias, 100%
Nota – De ponta a ponta, Chad Le Clos venceu todas e nunca foi ameaçado em todas as suas vitórias, sua melhor prova na Copa do Mundo 2016.

100 borboleta masculino –
Melhor tempo – Chad Le Clos da África do Sul 48.66 em Berlim, Alemanha
Maior vencedor – Chad Le Clos da África do Sul 9 vitórias, 100%
Nota – Das nove vitórias de Le Clos , apenas uma na casa dos 48, sete para 49 e o pior tempo em Doha com 50.23.

200 borboleta masculino –
Melhor tempo – Chad Le Clos da África do Sul 1:49.10 em Moscou, Rússia
Maior vencedor – Chad Le Clos da África do Sul 6 vezes em 9 provas
Nota – Chad Le Clos nadou várias vezes com parciais abaixo do recorde mundial nos primeiros 100 metros de prova.

100 medley masculino –
Melhor tempo – Vladimir Morozov da Rússia 50.30 recorde mundial em Berlim, Alemanha
Maior vencedor – Vladimir Morozov da Rússia 9 vitórias, 100%
Nota – Vladimir Morozov bateu o recorde mundial duas vezes (50.60 em Chartres, 50.30 em Berlim) e ainda ameaçou na última etapa com 50.33.

200 medley masculino –
Melhor tempo – Shun Wang da China 1:51.63 em Beijing, China
Maior vencedor – Daiya Seto do Japão 5 vezes
Nota – Daiya Seto entrou no Circuito em Beijing, perdeu a primeira disputa dos 200 medley, mas depois não perdeu mais. Seu pior tempo foi em Hong Kong 1:53.09, pior tempo de todo Circuito.

daiyaseto11thfinaworldswimmingchampionships_lbex_v0mhml

400 medley masculino –
Melhor tempo – Daiya Seto do Japão 4:00.93 em Dubai, Emirados Árabes Unidos
Maior vencedor – Daiya Seto do Japão 5 vezes
Nota – Daiya Seto começou a participar do Circuito em Beijing, na China, e desde então, não perdeu mais, cinco vitórias consecutivas.


 

Maiores vencedores da história da Copa do Mundo (somente provas individuais)

Todos os 10 ouros de Katinka na última etapa de Hong Kong

Todos os 10 ouros de Katinka na última etapa de Hong Kong, em 2014

Feminino
Katinka Hosszu da Hungria 225 vitórias
Martina Moravcova da Eslováquia 105 vitórias
Therese Alshammar da Suécia 93 vitórias
Yana Klochkova da Ucrânia 60 vitórias
Antje Buschchulte da Alemanha 52 vitórias
Mette Jacobsen da Dinamarca 52 vitórias
Jeanette Ottesen da Dinamarca 51 vitórias
Alia Atkinson da Jamaica 48 vitórias
Sandra Voelker da Alemanha 45 vitórias
Franziska Van Almsick da Alemanha 42 vitórias

Masculino
Chad Le Clos da África do Sul 116 vitórias
Roland Schoeman da África do Sul 64 vitórias
Randall Bal dos Estados Unidos 54 vitórias
Mark Foster da Grã-Bretanha 53 vitórias
Christian Keller da Alemanha 53 vitórias
Cameron van der Burgh da África doSul 52 vitórias
Vladimir Morozov da Rússia 49 vitórias
Ryk Neethling da África do Sul 43 vitórias
Alexander Popov da Rússia 42 vitórias
Jorg Hoffmann da Alemanha 41 vitórias

Na história da Copa do Mundo, um total de 1381 atletas venceram provas desde o início da competição em 1989.

São 42 nadadores brasileiros que já venceram povas na Copa do Mundo, veja o Top 10 em número de vitórias:

Thiago Pereira 38 vitórias
Gustavo Borges 18 vitórias
Kaio Márcio 15 vitórias
Fabíola Molina 14 vitórias
Joanna Maranhão 8 vitórias
Luiz Lima 7 vitórias
Eduardo Fischer 7 vitórias
Felipe Lima 7 vitórias
Nicholas Santos 6 vitórias
Raphael Thuin 4 vitórias
Lucas Salatta 4 vitórias
Cesar Cielo 4 vitórias
Guilherme Guido 4 vitórias


 

10 maiores medalhistas do Circuito da Copa do Mundo 2016

cwbid7iwgaawxz4

Feminino
Katinka Hosszu da Hungria 105 medalhas, 73 de ouro, 23 de prata, 9 de bronze
Jeanette Ottesen da Dinamarca 36 medalhas, 32 de ouro, 3 de prata, 1 de bronze
Alia Atkinson da Jamaica 27 medalhas, 14 de ouro, 6 de prata, 7 de bronze
Daryna Zevina da Ucrânia 26 medalhas, 6 de ouro, 10 de prata, 10 de bronze
Rie Kaneto do Japão 8 medalhas, 6 de ouro, 1 de prata, 1 de bronze
Yuliya Efimova da Rússia 34 medalhas, 4 de ouro, 20 de prata, 10 de bronze
Franziska Hentke da Alemanha 4 medalhas, 4 de ouro
Emily Seebohm da Austrália 30 medalhas, 3 de ouro, 13 de prata, 14 de bronze
Boglarka Kapas da Hungria 5 medalhas, 3 de ouro, 1 de prata, 1 de bronze
Katie Meili dos Estados Unidos 21 medalhas, 2 de ouro, 8 de prata, 11 de bronze

Masculino
Vladimir Morozov da Rússia 37 medalhas, 30 de ouro, 4 de prata, 3 de bronze
Chad Le Clos da África do Sul 36 medalhas, 25 de ouro, 8 de prata, 3 de bronze
Daiya Seto do Japão 29 medalhas, 14 de ouro, 8 de prata, 7 de bronze
Mitchell Larkin da Austrália 16 medalhas, 8 de ouro, 4 de prata, 4 de bronze
Marco Koch da Alemanha 13 medalhas, 8 de ouro, 2 de prata, 3 de bronze
Pavel Sankovich de Belarus 28 medalhas, 7 de ouro, 7 de prata, 14 de bronze
Felipe Lima do Brasil 16 medalhas, 7 de ouro, 6 de prata, 3 de bronze
Cameron van der Burgh da África do Sul 8 medalhas, 7 de ouro, 1 de bronze
Philip Heintz da Alemanha 31 medalhas, 6 de ouro, 17 de prata, 8 de bronze
Robert Hurley da Austrália 24 medalhas, 6 de ouro, 11 de prata, 7 de bronze

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *