Até sexta-feira da semana passada, quando o CAS/TAS marcou o re-julgamento de Sun Yang para 24 a 28 de maio, a dúvida era: Sun Yang vai ser julgado antes da Olimpíada?

Agora, a dúvida é saber se o resultado do julgamento será conhecido antes da disputa olímpica em Tóquio.

A dúvida é bem pertinente, afinal, no primeiro julgamento que foi anulado pela Corte Federal da Suíça, entre o julgamento de 15 de novembro de 2019, e o anúncio da suspensão de oito anos, em 28 de fevereiro de 2020, foram 105 dias.

Agora, o período indicado pelo CAS/TAS, 24 a 28 de maio, acontece 56 dias antes do início da natação olímpica, em 24 de julho, e logo neste dia tem os 400 metros nado livre, onde Sun Yang seria um dos favoritos.

O jornal australiano The Sydney Morning Herald fez uma matéria onde a especialista em doping Dra. Catherine Ordway da Universidade de Camberra indica que o CAS/TAS tem a capacidade de acelerar processos. Até mesmo durante os grandes eventos esportivos, tribunais de emergência são montados para garantir que estes casos sejam abordados.

Veja a matéria assinada pelo repórter Phil Lutton aqui:

https://www.smh.com.au/sport/swimming/sun-yang-hearing-won-t-hang-over-tokyo-games-say-experts-20210403-p57gb9.html?fbclid=IwAR3N-G36dqPJ-Uw29L7DObQ6ZWcIocMkrJUo0Z9MhuzO5FWwe9vhJxKM4uQ

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *