Tate Jackson, um dos principais velocistas da atualidade nos Estados Unidos, é um dos primeiros nadadores do mundo a ser punido com a nova orientação da regra anti-doping adotada pela WADA que minimiza os casos de drogas recreativas. Jackson testou positivo para THC, um metabólito da maconha, em teste realizado no TYR Pro Swim Series em 4 de março passado, em San Antonio, no Texas.

A substância da maconha é considerada doping apenas quando testada em competição, mas diferente da antiga regulamentação, a nova orientação são punições mais brandas. Jackson foi suspenso por um mês pela USADA e segue elegível para disputar o USA Olympic Trials que acontecerá em junho.

Neste ciclo olímpico, Jackson aparece como sétimo melhor nadador americano dos 100 metros nado livre com 47.88 feitos no Campeonato Americano de 2019.

2 respostas
  1. Sandro
    Sandro says:

    Bom Dia Coach!
    Imagino que atletas de ponta respeitados e altamente críticos em relação ao doping como BRUNO FRATUS, CHAD LE CLOS, ADAM PEATY, DUNCAN SCOTT, MARK HORTON, NOVAK DJOKOVIC, RAFAEL NADAL, CRISTIANO RONALDO, entre vários outros, devem ter recebido essa notícia como “UM GRANDE TAPA NA CARA” da comunidade esportiva mundial.
    Nada pode ser tão ruim que não possa ser piorado!
    Punição de apenas “UM MÊS” para uso de maconha por atleta de competição?
    Os gregos da Antiguidade Clássica e o nobre Barão de Coubertin devem estar se revirando com a destruição do Espírito Olímpico…
    Isso é uma piada!!!
    Nenhuma punição por doping deveria ser inferior a, pelo menos, “SEIS MESES”.
    Já não bastasse ver a IMORALIDADE de ver Sun Yang disputando a Seletiva Olímpica Chinesa após ter destruído as amostras de sangue a marteladas e se recusado e coletar amostra de urina, agora vem essa piada de punição de ” APENAS UM MÊS “???
    O Espírito Olímpico foi totalmente ADULTERADO E DESVIRTUADO

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *