Aconteceu semana passada e beneficia um monte de atletas-estudantes que permaneciam no Brasil ou eram obrigados a fazer a quarentena de 14 dias em algum país no estrangeiro antes de chegar aos Estados Unidos. Uma decisão do Departamento de Estado publicada pelo Governo Americano na semana passada (link), estudantes foram inclusos nas exceções que podem viajar para os Estados Unidos por se incluir no chamado “interesse nacional”.

A medida beneficia os atletas-estudantes que eram obrigados a fazer o período de quarentena antes de ganhar acesso ao território americano. Agora, a partir desta medida, eles já podem viajar direto para os Estados Unidos.

De acordo com a decisão, a regulamentação entra em vigor a partir de 1o de agosto, mas os atletas-estudantes já podem viajar 30 dias antes do início de suas aulas, ou seja, por volta de julho de acordo com a instituição onde estão matriculados.

Outro problema para os atletas-estudantes no Brasil que vão estudar nos Estados Unidos tem sido conseguir as entrevistas para emissão do visto de estudante. Muitos tem sido obrigados a viajar para o exterior, pela falta de entrevistas disponíveis nas embaixadas americanas localizadas no Brasil.

Segundo dados oficiais, existem mais de 1 milhão de estudantes estrangeiros nos Estados Unidos e o Brasil aparece em nono lugar no ranking entre os países com maior número de estudantes, são mais de 16 mil brasileiros nesta conta.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *