Está marcado, sexta-feira, dia 14 de maio, as 14:30, a sessão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da CBDA que irá analisar o caso do revezamento 4×100 metros nado livre masculino da Seletiva Olímpica.

A Unisanta entrou com um protesto contestando a decisão da CBDA que ofereceu a chance de disputar uma tomada de tempo para Gabriel Santos que havia ficado em nono lugar e ficou de fora da final dos 100 metros nado livre. A CBDA decidiu pela tomada após o vencedor da final dos 100 livre, André Calvelo de Souza, ter sido notificado pela ABCD de um teste analítico adverso e seus resultados serem suspensos até o julgamento.

No endender do protesto da Unisanta, o resultado da final, dando ao quinto colocado, Felipe Ribeiro de Souza, o direito de fazer parte do revezamento 4×100 metros nado livre para Tóquio.

 

5 respostas
  1. Daniel
    Daniel says:

    Não poderia levá-lo como quinto homem do revezamento? Usá-lo nas eliminatórias e se nadar bem vai pra final.
    O Gabriel ou outro podem nadar a prova.
    O revezamento é bom e merece um reserva, acho melhor do que usar a vaga para revs sem chance nenhuma de disputa por finais ou medalhas.

    Responder
    • Sandro
      Sandro says:

      Concordo contigo Daniel! O revezamento 4×100 m livre pode levar 6 homens, no qual 2 poderiam nadar as eliminatórias e os outros 2, só as finais.

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *