Na semana pasada alguns atletas de Israel ganharam medalhas num torneio mundial de Kite surfe em Omã, nem receberam suas medalhas, nem subiram ao pódio, nada de bandeira ou hino nacional para a medalha de ouro. Não é a primeira, mas deveria ser a última vez que isso acontece.

O jornal israelense Jerusalem Post publicou um artigo de que o COI pretende agir de forma mais forte nestes casos. A Malásia perdeu o direito de sediar o Mundial de Squash ao impedir a presença de Israel. Vale lembrar que a Malásia já tinha aprontado com a natação paralímpica ao fazer o mesmo em 2019 e perder a sede do Mundial Paralímpico que acabou sendo transferido para a Grã-Bretanha.

Outro país que deve sofrer sanções é a Sérvia que impediu a entrada no país da delegação de Kosovo para o Mundial de Boxe que aconteceu em outubro e novembro deste ano.

Uma das medidas que deve ser aplicada é o impedimento do direito de sede para qualquer evento internacional caso o país não permita a entrada de determinada nação, mesmo que não tenha relações diplomáticas.

Já passou da hora…

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *