Informação chega pela agência de notícias russa TASS. O campeão olímpico dos 100 e 200 costas Evgeny Rylov não vai apelar pela suspensão imposta pela FINA de nove meses por ter participado do evento realizado no Estádio Luzhniki, em Moscou, no dia 18 de março.

Rylov foi um dos atletas convidados pelo Presidente Vladimir Putin para o evento que os russos chamaram de “concerto” enquanto a interpretação da FINA foi de uma manifestação política em favor da guerra. A suspensão imposta pela FINA vai ate o dia 18 de janeiro de 2023.

Segundo a agência TASS, Rylov optou por não contestar a decisão da suspensão por ser um processo muito demorado.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.