10157297_808541889173636_250286329_n

Magnussen dando entrevista após a prova.

Magnussen dando entrevista após a prova.

A grande atração do dia confirmou o favoritismo. James Magnussen fez um tranquilo 48:36 passando com 23:64 para se classificar com o melhor tempo das eliminatórias dos 100 livre. Confira como foram as eliminatórias da terceira etapa prova a prova:

200 metros borboleta masculino –
O jovem Mitchell Pratt ganhou a raia 4 para a final da prova nadando para 1:56:92, melhor tempo da eliminatória. A marca é o quinto melhor tempo do mundo. Grant Irvine ficou em segundo com 1:58:28 bem próximo a Isaac Cones com 1:58:38.
Thomas Fraser Holmes, vice dos 200 livre e campeão dos 400 medley busca mais uma vaga na equipe. Ficou com o quarto tempo 1:58:61.
David Morgan foi o único classificado para a final sem quebrar a barreira dos dois minutos. Entrou com o oitavo tempo 2:00:32.

200 peito feminino –
Duas nadadoras quebraram o 2:30 nas eliminatórias. A melhor delas Taylor McKeown com 2:27:41 seguida pela atual campeã Sally Hunter com 2:29:41.
Ashley Olive ganhou a oitava vaga para a final com 2:35:92.

50 costas masculino –
Apenas Ben Treffers nadou abaixo dos 25 segundos. Venceu a eliminatória com 24:91 e assume a liderança do ranking mundial que era do francês Camille Lacourt com 24:97. Depois dele, seis nadadores na casa dos 25, e mais nove nos 26. O 16o tempo para a semifinal foi Douglas Oliveira de 18 anos com 26:70.

50 borboleta feminino –
Nada de especial nesta eliminatória e o tempo da vencedora da manhã não entrou nem no Top 10 do mundo este ano. Foi Brittany Elmslie com 26:55. Ainda tivemos mais duas nadadoras na casa dos 26, Marieke D’Cruz 26:87 e Bria Throssell com 26:97. Alicia Coutts foi quarta com 27:03, ela que tem o melhor tempo de classificação com 25:78. A última classificada foi Jemma Schlicht de 16 anos com 27:80.

100 livre masculino –
James Magnussen fez o melhor tempo da manhã com 48:36 passando com 23:64. Ele é o único que nadou para 47 nesta temporada, e fez três vezes.
Ainda tivemos mais um 48. Cameron McEvoy com 48:88 depois de passar com 23:77.
Depois tivemos seis nadadores na casa dos 49 e 23 na casa dos 50 segundos. É, sem dúvida, a prova mais equilibrada desta seletiva, pelo menos até agora.
Na 16a e última vaga para a semifinal, Andrew Abood e Kurt Herzog empataram com 50:27.
Campeão dos 200 e 400 livre, David McKeon ficou de fora. Terminou em 23o lugar ocm 50:71.
Outra expectativa era o jovem Kyle Chalmers de 15 anos que tem feito grande competição até agora e havia feito 49:45 no revezamento no quarto parcial na primeira noite de finais. Ficou em 32o lugar com 50:96. Seu melhor é 50:56.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *