Quarto dia, faltando ainda mais dois, as estrelas passaram a se poupar um pouco mais nas eliminatórias e os resultados não foram tão expressivos como nos primeiros dias. Entretanto, boas perspectivas e uma boa equipe da Austrália em formação para o Commonwealth e o Pan Pacífico.

Para esclarecer melhor como a Seleção Australiana está sendo formada, alguns itens dos critérios:

1) Atletas classificados em 1o, 2o e 3o lugares nas provas olímpicas e que atingirem a marca “A”, entram automaticamente.
2) Atletas classificados em 1o, 2o, 3o e 4o lugares nas provas de 100 e 200 livre.
3) As provas não olímpicas de 50 costas, peito e borboleta serão compostas por atletas que tenham vaga nas provas olímpicas, não haverá classificação somente para as provas de 50 estilos.

Até agora, os atletas automaticamente classificados são:

BkVj_inCMAEMK5l.jpg-large

O regulamento completo e um bem produzido media guide com bio dos melhores atletas pode ser conferido aqui.

Imagem da piscina de aquecimento.

Imagem da piscina de aquecimento.

Confira o resumo prova a prova:

200 costas feminino –
Belinda Hocking foi a única a nadar abaixo dos 2:10. Venceu as eliminatórias com 2:08:17. Depois dela, Meagen Nay com 2:11:55. Emily Seebohm ficou em terceiro com 2:13:29.
A oitava classificada foi Shani Burleigh com 2:15:15.
No ranking mundial de 2014, Belind Hocking é o melhor tempo com 2:06:40 em marca feita no Campeonato de New South Wales em janeiro.

50 peito masculino –
Ninguém nadou para 27. Nem Christian Sprenger que venceu a última série com o melhor tempo da eliminatória com 28:20. Dos 16 classificados para a semifinal, 12 na casa dos 28 segundos e apenas quatro nos 29.
O 16o tempo foi Jeremy Meyer com 29:15.
Detalhe que na semifinal dos 100 peito, Sprenger passou os primeiros 50 metros com 27:35.

100 livre feminino –
Campeã dos 50, Cate Campbell foi a única a nadar abaixo dos 54 segundos. Venceu a eliminatória com 53:73 passando com 25:83.
Emma McKeon, campeã dos 200 livre, entrou com o segundo tempo 54:52 e Bronte Campbell, vice nos 50 foi a terceira com 54:75.
Para entrar na semifinal, 56:36 de Marieke D’Cruz.
O melhor tempo do mundo este ano é de Cate Campbell no BHP Billiton Aquatic Super Series com 53:08.

200 medley feminino –
Alicia Coutts, atual campeã nacional da prova, entrou com a melhor marca 2:12:39. Ela também tem o melhor tempo do mundo este ano com 2:10:23 do Campeonato Estadual de New South Wales. Aisling Scott ficou em segundo com 2:13:40.
Oitava classificada foi Tessa Wallace com 2:15:99.

100 borboleta masculino –
Tivemos dois nadadores na casa dos 52 segundos. Christopher Wright foi o melhor deles com 52:60 passando com 24:97. O outro 52 veio com Keira Qaium com 52:92 passando com 25:02.
Para entrar na semifinal, o 16o tempo ficou para Domenick Richardson com 54:42.
Christopher Wright com os 52:60 passa a ser o quarto colocado no ranking mundial de 2014 que continua sendo liderado pelo venezuelano Albert Subirats campeão do Odesur com 52:26.

100 peito feminino –
Nove nadadoras abaixo do 1:10 nas eliminatórias. Lorna Tonks, vice campeã dos 50 peito, foi quem fez a melhor marca com 1:08:51, a única abaixo do 1:09.
Na 16a colocação, Justine Spurr com 1:12:12.

800 livre feminino –
A prova vai ser dipsutada em eliminatória e final. Selecionadas as oito finalistas com Jessica Ashwood com o melhor tempo 8:28:36 e Leah Neale com a oitava vaga com 8:40:50.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *