Magnussen após mais um 47.

Magnussen após mais um 47.

O terceiro dia de disputas da Seletiva Australiana em Brisbane mostrou a força de dois atletas, simplesmente absolutos na temporada de 2014. Cate Campbell nos 50 livre e James Magnussen nos 100 livre, dominam o ano até agora.
Cate tem os quatro melhores tempos da prova este ano enquanto que Magnussen agora acumula os cinco melhores do mundo em 2014.

Confira como foi a etapa prova a prova:

200 borboleta masculino –
Grant Irvine venceu o seu segundo título consecutivo de campeão nacional da prova ao marcar 1:56:23, segundo tempo do mundo em 2014. Seus parciais foram 25:98, 29:61, 30:06 e 30:58. O jovem Mitchell Pratt de 18 anos chegou em segundo lugar com 1:57:00 embora tenha liderado a prova até aos 150 metros. A diferença ficou nos últimos 50 metros onde Pratt não fechou bem com parcial de 31:98.
Daniel Tranter completou o pódio da prova com 1:57:48.

50 livre feminino –
Dobradinha das irmãs, tudo em família. Cate Campbell venceu com 24:18 seguida por Bronte Campbell com 24:58. Melanie Schlanger completou o pódio também na casa dos 24, 24:82. Todas as três fazendo tempos Top 10 do mundo em 2014. Cate Campbell agora tem os quatro melhores tempos deste ano. Os 24:13 feitos na semifinal é a melhor marca da temporada.
A nadadora estava em busca do recorde australiano que ainda é de Libby Trickett em 2008. No ano passado, ela venceu esta prova com 24:27.
Sua melhor marca pessoal é 23:99 feitos ainda na era dos trajes em 2009.

200 peito feminino –
De ponta a ponta Taylor McKeown de 19 anos ganhou a prova com 2:22:10 deixando a atual campeã nacional, Sally Hunter em segundo com 2:24:91. Tessa Wallace ficou em terceiro com 2:25:29.
O tempo de McKeown deixa ela em quarto no ranking mundial de 2014. Seus parciais na prova: 32:44, 1:08:19 (35:75), 1:44:94 (36:75) e 2:22:10 (37:16).
A marca passa a ser o segundo melhor tempo entre os australianos. Melhor apenas o recorde nacional ainda com Leisel Jones 2:20:54 desde 2006.

50 costas masculino semifinal –
Ben Treffers nadou pela segunda vez na casa dos 24 segundos, agora 24:82, sua melhor marca pessoal e apenas um centésimo do recorde nacional que é de Ashley Delaney desde 2009.
Foi o único a quebrar os 25 segundos. Daniel Arnamnart ficou ems egundo com 25:32 e Bobby Hurley em terceiro com 25:41.
Dois nadadores completaram a final para amanhã empatando na sétima posição com 26:04.

50 borboleta feminino semifinal –
Ninguém quebrou o 26. Marieke D’Cruz venceu a semifinal com 26:38, décimo tempo do mundo este ano. Ela é a recordista australiana com 25:60 ainda na era dos trajes em 2009. Bria Throssell ficou em segundo luga rcom 26:72 e um empate na terceira posição entre Alicia Coutts e Brittany Elmslie com 26:74.
Coutts venceu esta prova no ano passado com 25:78 e tem o melhor tempo da Austrália este ano com 26:35 feitos no BHP Billiton Aquatic Super Series.
O oitavo tempo para a final foi Elles Zalewski com 27:24.

100 livre masculino semifinal –
Mais um 47 para a conta de James Magnussen, o quinto nesta temporada e 17o na sua carreira. Venceu a semifinal com 47:83 depois de pasasr com 23:14 e voltar com 24:69. Foi o único a quebrar o 48. Cameron McEvoy venceu a semifinal anterior com 48:124 passando com 23:38.
Depois um show de 49s. Foram 10 nadadores nadando abaixo dos 50. O oitavo foi Kurt Herzog com 49:82 deixando quatro de fora da final, incluindo James Roberts integrante do revezamento olímpico de 2012 que terminou em 10o lugar com 49:92.

100 costas feminino –
Emily Seebohm mandou o primeiro 58 da temporada vencendo a prova com 58:92 depois de passar com 28:81 e voltar com 30:11. Mais duas nadadoras na casa dos 59, Belinda Hocking com 59:83 e Meagen Nay com 59:90. Os australianos agora têm o melhor tempo do mundo em 2014, o segundo melhor e o quarto melhor da temporada. Nada mal.

100 peito masculino –
Christian Sprenger manda o primeiro 58 do ano. Vence a final com 58:87 passando com 27:35. Sua melhor marca é 58:79 do Mundial no ano passado. O recorde australiano é de Brenton Rickard com 58:58.
Jake Packard chegou num distante segundo lugar 1:01:38 e Buster Skyes em terceiro com 1:01:73.

800 livre masculino –

Segunda vitória de David McKeon e novamente com melhor marca pessoal. Venceu com 7:54:29 baixando do 7:57:22 que tinha desde 2012. O segundo colocado chegou num distante 8:02:27 Jac MacLoughling.
Detalhe que o tempo de McKeon é o segundo melhor do mundo este ano. O melhor é de Mack Horton 7:53:88 feitos no BHP Billiton Aquatic Super Series. Horton não nadou a prova na seletiva pois não é classificatória para o Commonwealth Games.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *