A nadadora é um talento, e dos grandes.

Giovana Reis Medeiros da Unisanta categoria Petiz I feminino já havia sido destaque no Sudeste em Vitória no mês de outubro com marcas impressionantes de 2:14.46 nos 200 livre e 4:45.03 nos 400 metros nado livre. Agora, no Campeonato Paulista, encerrado neste domingo, na piscina do Corinthians, em São Paulo, ela detonou mais dois recordes paulistas.

Um deles, o dos 100 livre, com 1:02.84, é a melhor marca já feita por uma nadadora desta idade em nosso país. A marca já era dela com os 1:03.03 feitos no Sudeste deste ano.

Pinheiros campeão

Pinheiros campeão

Pinheiros terminou o Paulista como campeão com 701 pontos, seguido de SESI-SP com 487 pontos, Unisanta em terceiro com 420 pontos, Corinthians em quarto com 361 pontos e o São José em quinto com 346 pontos.

Resultados completos da competição:

Resultadoscompletos

Relação de recordes batidos:

Recordesbatidos

4 respostas
  1. Rogério
    Rogério says:

    Sem dúvida, ela é um talento. Mas é importante ressaltar que nessa idade pesa muito o fator “desenvolvimento físico”. As idades biológicas das meninas são muito diferentes, embora as idades cronológicas sejam iguais. Muitas, como me parece ser o caso da Giovana, se desenvolvem mais rapidamente e com isso se destacam das demais no Mirim e Petiz. Isso, é claro, não quer dizer que não vão se destacar depois, mas apenas que a diferença delas para as outras tende a diminuir com a idade. É importante que isso seja entendido pelos atletas para que não se sintam frustrados caso o destaque não seja tão evidente nos anos seguintes.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *