Uma década maravilhosa para Etiene Medeiros especialmente a partir de 2013 quando passa a treinar com Fernando Vanzella no SESI SP. Ela já era uma nadadora de destaque desde as categorias menores, mas em 2013, sua carreira ganha um novo patamar.

 

Fernando Vanzella. Campeonato Mundial FINA em Piscina Curta no Hamad Aquatic Centre. 01 de dezembro de 2014, Doha, Catar. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Depois de ser a primeira (e única) nadadora brasileira a se tornar medalhista no Mundial Júnior em 2008, na década passada, estes últimos 10 anos foram marcados por feitos inéditos.

Foi a primeira medalhista em Campeonatos Mundiais ao ganhar o ouro em Doha em 2014, a primeira medalha em Mundial de Longa na prata de Kazan em 2015, a primeira a se tornar bi campeã mundial ao levar o ouro Mundial de piscina curta em Windsor 2016, a primeira campeã mundial de Longa em Budapeste em 2017 e para completar, a primeira campeã panamericana do Brasil e os 100 costas do Pan de Toronto em 2015 e a primeira bi campeã no Pan de Lima em 2019. Tudo nesta década!

 

Pódio histórico dos 50 costas do Mundial de Doha 2014

Etiene está focada nos 50 metros nado livre, é nesta prova que busca a vaga para a sua segunda Olimpíada. No Rio 2016, foi o melhor resultado da natação feminina terminando em oitavo lugar na prova. E isso tudo meses depois de ter testado positivo para um remédio contra asma sofrendo apenas uma dvertência.

Em 2018, no Mundial de Piscina Curta em Hangzhou, conseguiu o bronze na prova que estabelece como foco para os Jogos de Tóquio.

 

Etiene Medeiros entrou para o Guiness Book como recordista mundial 

A década também tem um aspecto de muita maturidade para a carreira de Etiene Medeiros. Ela fala abertamente de seus problemas, dos desafios e das suas dificuldades como atleta. Foi a primeira atleta de alto rendimento da natação brasileira a falar abertamente sobre racismo no esporte no Brasil.

Para Tóquio, Etiene segue seu trabalho, em paz, como ela mesmo gosta de dizer, mas determinada em fazer a sua próxima década ainda mais especial.

Etiene Medeiros é a Melhor Nadadora do Brasil na Década 2011-2020. 

 

Budapest, on July 27, 2017. / AFP PHOTO / CHRISTOPHE SIMON

Também foi votada na categoria Joanna Maranhão.

Etiene campeã e recordista mundial em Doha, no Catar, 2014.

Etiene campeã mundial em Budapeste 2017.

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *