Autor • Redacao
Fonte • Best Swimming

Divulgação

Alberto Pinto da Silva, novo técnico do Projeto Pro 2016

 

Alberto Pinto da Silva encerrou um dos ciclos mais vitoriosos da história da natação do Brasil. Seu nome pode, e até deve, ser relacionado como um dos maiores treinadores deste esporte em todos os tempos em nosso país.

Albertinho deixa o clube líder da natação brasileira, o maior vitorioso em campeonatos nacionais e o único a conquistar todos os certames brasileiros numa mesma temporada. Mais que isso, Albertinho deixa o cargo de Head Coach do Pinheiros sem jamais ter perdido um só título nacional absoluto.

Desde que assumiu o cargo em 2004, Albertinho venceu fraom 16 títulos nacionais absoltuos: seis Finkel, seis no Maria Lenk e mais cinco no Open.

Ao assumir o clube em 2004, ele recebia uma missão de alto risco. Substituía a um dos grandes da natação brasileira. Saía Alberto Klar que liderou a natação do PInheiros por 16 anos, todos com o próprio Albertinho de lado, onde começou treinando o Infantil e foi galgando espaço e crescendo dentro do clube.

Ao assumir o Pinheiros em 2004, Albertinho manteve a base como estava. O grupo foi dividido entre velocidade e costas com ele, medley e meio fundo com Fernando Vanzella e Arilson da Silva promovido a equipe principal sendo o responsável pelo peito e fundo.

Ao assumir o clube em 2004, a grande perda daquele ano foi o argentino José Meolans que vinha defendendo a equipe e passou a nadar pelo Unisanta. Desde o princípio, Albertinho queria mudar a estrutura do clube. Criar uma nova perspectiva e investir na qualidade. Já naquele primeiro ano foi a Europa e disputou etapas do Mare Nostrum. Levou Gustavo Borges para testes e avaliações na Bélgica.

Naquele ano, além de Gustavo, as estrelas de Albertinho eram Flávia Delaroli, Talita Ribeiro, César Cielo, Tatiana Lemos, Eduardo Shiesari e o recém chegado Nicholas Santos.

Também foi nesta época que Paulo César Marinho entrou para a natação brasileira. Descoberto por Albertinho, PC foi incluído no programa do Pinheiros e depois levado a Seleção Brasileira.

Durante estes sete anos de comando do Pinheiros, a equipe perdeu o técnico Fernando Vanzella em 2006 para o Minas Tênis Clube. Albertinho lamentou a saida mas viu a chance e a grande oportunidade para o companheiro.

Trouxe Marco Veiga em 2007 e acabou perdendo em 2010 para o Flamengo. Já havia buscado André Amendoim no Minas para as categorias menores e trouxe para trabalhar na categoria principal.

O grupo se estabeleceu e consolidou. A subida de André Amendoim abriu espaço para outro treinador e lá foi Albertinho trazer Marcelo Tomazini do Paulistano.

Um dos grandes problemas do Pinheiros têm sido a passagem dos nadadores juvenis para a categoria junior. Como  a equipe principal virou quase toda senior, muito da natação junior no Pinheiros ficou sem direção. Era a hora de trazer um técnico específico para o grupo, e lá foi Albertinho buscar Sérgio Onha Marques.

A saída de César Cielo do clube em 2010 não cortou a relação com o atleta. O mesmo continuou sob o seu comando quando estava no Brasil e desde agosto, após o Pan Pacífico a idéia da montagem de um novo programa profissiional estava em andamento.

Albertinho acreditou no projeto. Abriu mão de um bom contrato que tinha em vigência com o Pinheiros até 2016 e partiu para a realização de um sonho: o de buscar o que há de maior neste esporte, as medalhas olímpicas. 

Albertinho ganhou da Best Swimming os títulos de Melhor Treinador do Brasil nos anos de 2008, 2009 e 2010. 

0 respostas
  1. Ilton Reis
    Ilton Reis says:

    Fui técnico do Ricardo Cintra(Poliana),antes de levá-lo a treinar com vcs no Pinheiros,e acompanho vc desde quando era nadador doECP ,figurinha fácil e sorriso largo.Hoje resido em Valinhos-sp (ao lado do swiss park),e é com grande alegria que vejo até onde vc chegou.Parabéns.(triltonat@ig.com.br)

    Responder
  2. christian
    christian says:

    Albertinho cresceu ao mesmo tempo que seus comandados, cresceu dividindo suas vitorias, além disso tem estrela, ( energia) que atraiu grandes talentos a sua volta.

    Responder
  3. Prof Ulisses Junior
    Prof Ulisses Junior says:

    Merecida essa homenagem, Albertinho é uma pessoa super inteligente e humilde e fico feliz pelo seu reconhecimento, que ele seja super feliz e que Deus o proteja neste grande projeto vitorioso.

    Responder
  4. lala
    lala says:

    Boa tarde coach. São pessoas como Alberto que fazem a diferença. Acreditam e vão atrás de seus objetivos e sonhos. Poucos teem tal coragem. Principalmente nos dias atuais, cujo assunto da vez é o Esporte formador que o Brasil não tem para 2016.Só sinto a franqueza das poucas chances femininas. Haja visto que não fazem parte do projeto.Desejo sucesso e não esqueça de seus muitos atletas que o respeitam muito.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *