Faltando 176 dias para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, hoje é um dia muito importante para a organização do evento. Enquanto este artigo está sendo publicado, o Comitê Executivo do COI está reunido para deliberar as medidas de prevenção e organização que serão implantadas para a realização do evento. Uma conferência de imprensa ainda hoje apresenta detalhes do que está sendo discutido.

27 de janeiro é dia de nascimento de 441 atletas olímpicos, dos quais 18 são nadadores. Um deles, o irlandês Shane Ryan que esteve na Olimpíada do Rio 2016 e ontem recebeu a boa notícia de já estar classificado para Tóquio. O Comitê Olímpico da Irlanda decidiu mudar os critérios de convocação e está considerando todas as marcas feitas desde março de 2019. Assim, Ryan e Darragh Greene garantiram seus passaportes olímpicos.

* A Seletiva Olímpica do Nado Artístico deve ser a primeira competição marcada para Tóquio a ser transferida por conta da Pandemia. O evento está previsto para acontecer no novo Centro Aquático de Tóquio de 4 a 7 de março e inclusive com a presença do dueto do Brasil. Informações preliminares indicam que, por conta das restrições de viagem para o Japão, a competição deve ser transferida para uma data mais a frente no calendário.

* O atletismo tem marcado para Tóquio, no Estádio Nacional a abertura da temporada do World Athletics Gold Series no dia 9 de maio. O evento, ao invés do programado, não será mais internacional e sim somente disputado por atletas japoneses.

* Japão deve ampliar e estender a dimensão do Estado de Emergência que está em vigor no país. Atualmente, são 11 das 47 prefeituras e com data prevista para ser encerrado no dia 7 de fevereiro.

* Comissão de Atletas do COI está dividida, mas a maioria ainda apoia a realização dos Jogos a partir de 23 de julho.

* Estudo indica que a realização da Olimpíada sem público vai gerar um prejuízo de 23,1 bilhões de dólares na projeção de arrecadação dos organizadores.

* Vacina é o tema olímpico da semana. A OMS já disse que não vai dar prioridade aos atletas e o COI disse que vai recomendar, mas jamais obrigar aos atletas participantes. Enquanto isso, o bilionário Bill Gates deu uma declaração dizendo que a realização ou não dos Jogos vai depender do sucesso na distribuição das vacinas pelo mundo todo nestes próximos meses.

* Primeiro Ministro Yoshihide Suga fez um pedido de desculpas ao Parlamento Japonês por ter visitado um bar no distrito de Ginza em época que este tipo de ação deveria ser evitado.

* A nadadora Rikako Ikee que conseguiu o índice para disputar a Seletiva Olímpica Japonesa nos 100 livre anunciou que mesmo participando da competição, seu objetivo segue a preparação para Paris 2024. Ikee ficou mais de um ano fora das piscinas para tratamento de um câncer.

* Todas as 33 federações internacionais dos esportes olímpicos querem os Jogos começando no dia 23 de julho. A preocupação de todos é clara, sem Olimpíada, muitas vão quebrar.

* Israel é o primeiro país a anunciar que toda a sua delegação olímpica estará vacinada para os Jogos de Tóquio.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *