Somente considerando os atletas classificados em provas individuais da Seletiva Olímpica do Brasil, Matheus Gonche nadador do SESI SP foi quem teve a maior melhora de posição nos tempos de balizamento para a conquista da vaga. Gonche classificado no sábado com 51.94 nos 100 metros borboleta estava balizado com o sétimo tempo de 52.67 feitos na Copa do Mundo de Kazan, em 2019.

Outras melhoras significativas na obtenção dos índices pelos tempos de balizamento, Gabriel Santos pulou de sexto para segundo nos 100 metros nado livre e Vinicius Lanza do quarto para o segundo nos 200 metros medley.

Confira abaixo todos os branqueamentos dos nadadores nos tempos de balizamento e nas conquistas das vagas listados pela ordem de melhora na Seletiva:

De 7o para 1o
Matheus Gonche nos 100 metros borboleta

De 6o para 2o
Gabriel Santos nos 100 metros nado livre

De 4o para 2o
Vinicius Lanza nos 200 metros medley

De 3o para 1o
Beatriz Dizotti nos 800 metros nado livre
Guilherme Basseto nos 100 metros costas
Pedro Spajari nos 100 metros nado livre

De 2o para 1o
Felipe Lima nos 100 metros peito

Mantiveram posição de 1o para 1o
Guilherme Costa nos 400, 800 e 1500 metros nado livre
Fernando Scheffer nos 200 metros nado livre
Leo de Deus nos 200 metros borboleta
Caio Pumputis nos 200 metros medley

Manteve posição de 2o para 2o
Breno Correia nos 200 metros nado livre

Caíu uma posição de 1o para 2o
Guilherme Guido nos 100 metros costas

Caiu uma posição de 2o para 3o
Betina Lorscheitter nos 1500 metros nado livre (*tivemos a desistência da vaga de Ana Marcela Cunha 2a colocada)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *