Um dia depois de bater o recorde das Américas dos 100 metros costas, Gabriel Bandeira quebrou o seu primeiro recorde mundial. Na disputa do Campeonato Brasileiro de Natação Paralímpica em São Paulo, Bandeira marcou 54.18 para os 100 metros borboleta, a mesma que ele venceu a medalha de ouro no ano passado na Paralimpíada.

Bandeira tinha o recorde das Américas com 54.76 do ouro em Tóquio e a impressionante baixada para 54.18 apagou o recorde do britânico Reece Dunn de 54.46 de 2019.

Ontem Bandeira havia quebrado o recorde das Américas dos 100 costas marcando 58.74 quebrando a sua própria marca de 59.42. Este tempo de 58.74 teria lhe dado a medalha de prata nos Jogos Paralímpicos do ano passado.

Gabriel Bandeira faz parte da equipe do Praia Clube e treina com Alexandre Vieira e fez estes resultados sem estar completamente descansado.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.