O revezamento 4×100 medley misto vai estrear no programa olímpico de Tóquio. A prova foi introduzia oficialmente pelo Comitê Olímpico Internacional na Assembleia de 9 de junho de 2017. O Brasil não disputou a prova que classificou os 12 primeiros colocados no Mundial de Gwangju para a Olimpíada. Para nossa equipe estar em Tóquio, vamos precisar fazer um tempo que coloque o Brasil entre os quatro melhores resultados da repescagem. Estes tempos podem ser feitos apenas em competições oficializadas pela FINA e até o dia 31 de maio.

A intenção da CBDA é fazer uma tomada de tempo oficial com o “melhor grupo” brasileiro na última etapa da Seletiva Olímpica em abril. Porém, qual é a melhor formação do revezamento 4×100 metros medley misto do Brasil?

A Best Swimming fez um levantamento e considerou os melhores resultados por prova desde o dia da aprovação da entrada do revezamento no programa olímpico. Ou seja, resultados anteriores a 9 de junho de 2017 não foram considerados, apenas posterior a esta data.

Os melhores tempos de cada prova são:

Masculino
Costas, Guilherme Guido 52.95 em 2019
Peito, João Luiz Gomes Jr. 59.24 em 2017
Borboleta, Vinicius Lanza 51.42 em 2018
Crawl, Marcelo Chierighini 47.68 em 2019

Feminino
Costas, Etiene Medeiros 1:00.13 em 2019
Peito, Jhennifer Conceição 1:07.64 em 2019
Borboleta, Daynara de Paula 58.44 em 2018
Crawl, Larissa Oliveira 54.53 em 2018

Veja as opções
1. Guido, Gomes Jr, Daynara, Larissa = 3:45.16

2. Guido, Jhennifer, Lanza, Larissa = 3:46.54

3. Guido, Jhennifer, Daynara, Chierighini = 3:46.71

4. Etiene, Jhennifer, Lanza, Chierighini = 3:46.87

5. Etiene, Gomes Jr, Lanza, Larissa = 3:45.32

6. Etiene, Gomes Jr, Daynara, Chierighini = 3:45.49

2 respostas
  1. Sandro
    Sandro says:

    Boa Tarde Coach!
    Que bela matéria e que ótimo levantamento!
    Eu iria de Etiene no costas , João Gomes Jr no peito, Lanza, no borboleta e Larissa no livre. Considero essa a formação mais promissora para o Brasil .

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *