Dois jovens nadadores, ambos treinando nos Estados Unidos serão os representantes do Perú na natação dos Jogos Olímpicos de Tóquio. McKeena de Bever Elliot e Joaquin Vargas foram indicados pela Federação Peruana de Natação a FINA como os nadadores classificados pelo critério de Universalidade.

De Bever nasceu em Los Angeles, é filha de peruanos e começou se destacando na natação do Bolles na Flórida. Depois fez um ano de natação universitária em Auburn e se graduou na Texas A&M. É a maior recordista peruana da atualidade com oito marcas nacionais em piscina longa:
100 livre – 56.51
200 livre – 2:02.38
50 costas – 59.52
100 costas – 1:02.46
200 costas – 2:15.05
50 borboleta – 28.33
100 borboleta – 1:00.16
200 medley – 2:15.26

Esteve representando o Perú nos Mundiais de 2017 e 2019 e confirmou sua vaga olímpica no Sul-Americano deste ano. Seus 200 medley somaram 810 pontos na tabela da FINA.

Se a Olimpíada fosse no ano passado, Joaquin Vargas não seria o nadador peruano na competição. Pelo critério anterior, era obrigatório que os atletas classificados por Universalidade tivessem participar do Campeonato Mundial de Gwangju. Vargas explodiu nestes dois últimos anos. Seu crescimento é exponencial e depois de duas temporadas no clube Azura na Flórida depois da Olimpíada começa a Universidade do Tennessee.

Vargas bateu três recordes nacionais do Perú este ano:
200 livre – 1:49.96
400 livre – 3:52.18
800 livre – 8:15.02

A vaga olímpica veio com os 400 livre e a pontuação de 851 na tabela da FINA.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *