* Ontem marcou o dia do início da Trégua Olímpica, uma tradição milenar e que foi reforçada esta semana com a visita do Presidente do COI Thomas Bach a Hiroshima.

* A mensagem que vem de Tóquio é de que o calor chegou, temperaturas acima dos 30 graus e dia ensolarado.

* Quarto dia consecutivo com mais de 1.000 casos de Covid em Tóquio. Neste sábado foram 1.410. A média da semana foi de 1.012 comparados com 720 da semana passada.

* Na coletiva de Thomas Bach alguns dados revelados. O primeiro indica que 44 pessoas já testaram positivo entre as milhares que entraram no país e vem sendo testadas:
28 trabalhadores de empresas mercerizadas
10 funcionários da organização
3 jornalistas
2 funcionários do Comitê Tokyo 2020
1 atleta

* A Coreia do Sul é quem está causando as primeiras dores de cabeça para o COI e o Comitê Tóquio 2020 e a competição ainda nem começou. Primeiro foi a exposição de uma mensagem considerada ofensiva na disputa histórica política com o Japão. As faixas foram proibidas e retiradas a pedido do COI. Agora, a Coreia do Sul está anunciando que vai providenciar a alimentação para os seus atletas, sem a utilização do refeitório. O motivo seria relacionado a possíveis ingredientes provenientes de Fukushima, a cidade que sofreu o acidente nuclear há alguns anos.

* Sem indicar se é atleta ou oficial, a Nigéria é o primeiro país com um integrante hospitalizado por Covid.

* A Federação de Natação da Inglaterra anunciou que o treinador Alan Bircher, que inicialmente estava na comissão técnica das águas abertas para Tóquio, foi retirado da equipe por conta de uma investigação em seu clube. Bircher que já foi medalhista de Campeonato Mundial como nadador de águas abertas e fazia parte da comissão técnica nacional há anos, junto com outros treinadores do seu programa é acusado de abuso moral com seus nadadores. Por ser um processo em andamento, o seu nome foi retirado da equipe.

* O jornal australiano Daily Telegraph traz mais uma reforma implantada pela nova diretoria da FINA recém eleita no mês passado. Agora é a formação de um Comitê Independente de Investigação para todos os casos de doping. Tal tipo de comitê já existe na World Athletics, a federação internacional de atletismo.

* Não tem piscina na Vila Olímpica de Tóquio. Não sei como, mas só foram descobrir hoje, com a chegada de alguns nadadores desde ontem descobriram que desta vez, diferente do Rio 2016 e Londres 2012, os nadadores não terão esta opção. No Rio 2016 eram duas piscinas olímpicas da Myrtha na Vila.

* Pior que não ter piscina na Vila é não poder usar o Centro Aquático de Tóquio até segunda-feira. A piscina da competição está fechada e os nadadores que estão por lá ficarão dois dias sem poder treinar na água. Entre os que estão nesta situação está a argentina Virginia Bardach.

* Os outros nadadores da Argentina, Santiago Grassi e Delfina Pignatiello direto de Dubai, e Julia Sebastian saindo de Portugal, estão viajando neste final de semana para Tóquio.

* A dupla venezuelana de irmãos Mestre, Alberto e Alfonso Mestre tiveram que se deslocar para Yokohama onde conseguiram um local de treinamento antes de viajar para Tóquio nos próximos dias.

* Nova Zelândia e Austrália embarcaram para Tóquio neste sábado.

VÍDEOS DO DIA

Reportagem na TV americana com o treinador de formação de Kieran Smith campeão dos 200 e 400 livre na Seletiva Olímpica Americana

Na CBC do Canadá, matéria sobre a estrela da equipe Kylie Masse

Michael Andrew mostra um pouco do que foi o Training Camp da Seleção Americana

Coletiva de imprensa do Presidente do COI Thomas Bach, a primeira ao final da reunião do Comitê Executivo da entidade (assistir no YouTube)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *