Um dia de muitas emoções para o Brasil neste 1o de setembro, data que Daniel Dias encerrou sua fantástica carreira. Também foi dia de mais um ouro para Maria Carolina Santiago que se tornou na brasileira mais dourada em uma edição paralímpica e também um recorde para a natação do Brasil chegando a 20 medalhas, novo recorde.

Daniel Dias nadou os 50 livre para 32.12 e ficou em quarto lugar atrás do trio chinês que dominou a prova da categoria S5. Os mesmos três nadadores que fizeram o pódio completo dos 50 costas, 50 borboleta e agora os 50 livre. Nem se tivesse feito o seu melhor tempo pessoal (31.83 do ouro no Mundial de 2019) seria suficiente para estar no top 3 desta prova.

 

Maria Carolina Santiago saindo da água sua 5a medalha na competição

 

Maria Carolina Santiago venceu a sua terceira prova nesta Paralimpíada com 1:14.89 novo recorde paralímpico dos 100 metros peito S12. A marca lhe deixou apenas um décimo do seu recorde das Américas feitos na Seletiva deste ano. A vitória se soma aos outros dois ouros dos 50 e 100 livre.

O Brasil ainda levou uma prata com Cecilia Araújo nadando os 50 livre S8 marcando 30.83, foi sua primeira medalha paralímpica na carreira. A primeira medalha brasileira do dia foi um bronze com Talisson Glock chegando em terceiro lugar nos 100 livre S6 com 1:05.45. Um belo resultado para ele que havia chegado a esta competição nadando na casa do 1:07.

Com as medalhas de hoje, o Brasil agora ocupa a sétima colocação do quadro da natação paralímpica com 20 medalhas, 6 ouros, 5 pratas e 9 bronzes. Este total de 20 supera os recordes de Beijing 2008 e Rio 2016 onde o Brasil somou 19 medalhas. O recorde de ouros ainda permanece com Londres 2012 com nove medalhas douradas.

Vencedores e brasileiros:
100 peito SB7 masculino – Carlos Daniel Serrano da Colômbia 1:12.01 recorde paralímpico
100 peito SB7 feminino – Maria Pavlova do Comitê Russo 1:31.44
100 livre S6 masculino – Antonio Fantin da Itália 1:03.71 recorde mundial
3o Talisson Glock do Brasil 1:05.45
400 livre S10 masculino – Maksym Krypak da Ucrânia 3:59.62
400 livre S10 feminino – Aurelie Rivard do Canadá 4:24.08 recorde mundial
100 peito SB11 masculino – Rogier Drogman dos Países Baixos 1:11.22
100 peito SB11 feminino – Karolina Pelendritou de Chipre 1:19.78 recorde mundial
200 medley SM9 masculino – Andrei Kalina do Comitê Russo 2:14.90
200 medley SM9 feminino – Sophie Pascoe da Nova Zelândia 2:32.73
100 peito SB13 masculino – Taliso Engel da Alemanha 1:02.97 recorde mundial
100 peito SB13 feminino – Elena Krawzow da Alemanha 1:13.46
50 livre S5 masculino – Tao Zheng da China 30.31 recorde paralímpico
4o Daniel Dias do Brasil 32.12
50 livre S8 feminino – Viktoria Ishchiulova do Comitê Russo 29.91
2o Cecilia Araújo do Brasil 30.83
100 peito SB12 masculino – Vali Israfilov do Azerbaijão 1:04.86 recorde paralímpico
100 peito SB12 feminino – Maria Carolina Santiago do Brasil 1:14.89 recorde paralímpico
5o Lucilene da Silva do Brasil 1:30.25

Link para os resultados completos:
https://olympics.com/tokyo-2020/paralympic-games/en/results/swimming/paralympic-schedule-and-results-date=2021-09-01.htm

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *