Resultados e destaques prova a prova:

100 livre infantil feminino –
100% de aproveitamento para Joice Otero Rocha do Rio de Janeiro, vitória com dobradinha sendo Joice a única a quebrar a barreira do minuto na prova pela primeira vez na carreira. Seu melhor foi na Tomada da Tempo da FARJ no início do mês com 1:00.32.

Pódio da prova:
1o Joice Otero Rocha do Rio de Janeiro 59.47
2o Manuela Astori do Rio de Janeiro 1:01.02
3o Carolina Oliveira de Pernambuco 1:02.20

100 livre infantil masculino –
Prova forte com três primeiros colocados na casa dos 55 segundos e uma baixada boa de marca de Kauã Pereira de São Paulo que baixou de 56.73 de julho para 55.36.

Pódio da prova:
1o Kauã Marinho Pereira de São Paulo 55.36
2o Ricardo Almeida Anchieta de Minas Gerais 55.84
3o Pedro Henrique Souza do Paraná 55.98

100 livre juvenil feminino –
Três décimos separando as ocupantes do pódio com dobradinha do nordeste para Beatriz Bezerra de Pernambuco e Celine Bispo da Bahia pegando o ouro e a prata. Beatriz Bezerra chegou a 100%, três vitórias ganhando o índice técnico (100 borboleta) e o troféu eficiência da categoria.

Pódio da prova:
1o Beatriz Bezerra de Pernambuco 58.50
2o Celine Bispo da Bahia 58.63
3o Sophia Coleta de São Paulo e Mariana Alencar de São Paulo 58.88

100 livre juvenil masculino –
Pódio completo na casa dos 52 segundos, bela baixada para o campeão da prova Vinicius Cruz de Santa Catarina que tinha 53.47 do Brasileiro de Inverno para vencer com 52.11. Outro que baixou bastante, Cauê Gluck do Paraná, medalha de bronze com 52.96 e sua melhor marca era do Brasileiro de Inverno com 54.40.

1o Vinicius Oliveira Cruz de Santa Catarina 52.11
2o Vinicius Rizza do Distrito Federal 52.79
3o Cauê Gluck do Paraná 52.96

100 livre júnior feminino –
Apenas dois décimos separou a dupla carioca Alexia Assunção e Ana Luiza Daisson na dobradinha da prova. O tempo de Alexia (57.26) é sua primeira vez abaixo dos 58 segundos. Seu melhor era 58.03 da Tomada de Tempo deste ano em março.

Pódio da prova:
1o Alexia Assunção do Rio de Janeiro 57.26
2o Ana Luiza Daisson do Rio de Janeiro 57.46
3o Isabela Mazuco de Santa Catarina 59.36

100 livre júnior masculino –
O melhor resultado de toda competição, Guilherme Caribé da Bahia com expressivos 49.50, mais de um segundo a frente do segundo colocado. Foi a sétima vez que Caribé nadou na casa dos 49 segundos. Seu melhor é os 49.12 do Brasileiro Júnior de Inverno deste ano.

Pódio da prova:
1o Guilherme Caribé da Bahia 49.50
2o Vinicius Viebrantz do Paraná 50.89
3o João Arnaldo Dias Rosa do Rio de Janeiro 51.34

100 costas infantil feminino –
Melhor marca pessoal e 100% de Agatha Marcondes do Distrito Federal marcando 1:08.90. Foi a primeira vez que Agatha nadou abaixo do 1:10, seu melhor era 1:11w.16 de uma tomada de tempo em abril deste ano. Antes ela já tinha vencido os 100 peito e os 200 medley.

Pódio da prova:
1o Agatha Marcondes do Amaral do Distrito Federal 1:08.90
2o Kaylane Stephanie Santos de São Paulo 1:09.68
3o Sophia Pereira do Rio de Janeiro 1:11.39

100 costas infantil masculino –
Prova equilibrado, apenas 21 centésimos separando o ouro da prata. Vitória para Vinicius da Costa de São Paulo com 1:02.22 baixando do seu 1:03.52 do Campeonato Paulista de Inverno em julho.

Pódio da prova:
1o Vinicius da Costa de São Paulo 1:02.22
2o Gustavo Giugno de Santa Catarina 1:02.43
3o Gabriel Orem do Rio de Janeiro 1:03.58

100 costas juvenil feminino –
Melhor tempo do Brasil na categoria em 2021, Sophia Reis do Paraná manteve o favoritismo e venceu com 1:05.80 quase um segundo a frente da segunda colocada.

Pódio da prova:
1o Sophia Reis do Paraná 1:05.80
2o Larissa Borba de São Paulo 1:06.77
3o Tyara Ramos do Espírito Santo 1:07.13

100 costas juvenil masculino –
Duas vezes no mesmo dia, David Wanderley de Pernambuco nadou na casa do 1:00, foi a terceira vez que ele nada abaixo do 1:01 e o tempo da vitória (1:00.50) foi sua melhor marca pessoal. Apenas 15 centésimos a frente de Pedro Henrique Morais de São Paulo que também nadou duas vezes para 1:00 e fez seu melhor na final (1:00.55).

Pódio da prova:
1o David Wanderley de Pernambuco 1:00.50
2o Pedro Henrique Morais de São Paulo 1:00.55
3o Gabriel Fayad do Rio de Janeiro 1:01.09

100 costas júnior feminino –
Segunda prova e segunda vitória para Alexia Assunção, quase dois segundos a frente da segunda colocada.

1o Alexia Assunção do Rio de Janeiro 1:04.81
2o Leticia Romão de Santa Catarina 1:06.79
3o Bianca Loureiro de São Paulo 1:06.93

100 costas júnior masculino –
Dobradinha do Paraná para fechar as provas individuais da competição. Pedro Henrique Souza, campeão dos 100 borboleta, leva os 100 costas ficando a dois centésimos da sua melhor marca. A prata para Lucca Tonin que quebrou a barreira dos 58 segundos pela primeira vez na carreira.

Pódio da prova:
1o Pedro Henrique Souza do Paraná 57.39
2o Lucca Tonin do Paraná 57.94
3o Caique Andrade do Rio de Janeiro 58.77

Revezamento 4×100 medley infantil feminino –
1o Rio de Janeiro 4:34.18
2o Paraná 4:38.60
3o Distrito Federal 4:48.36

Revezamento 4×100 medley infantil masculino –
1o São Paulo 4:12.12
2o Distrito Federal 4:13.87
3o Paraná 4:14.11

Revezamento 4×100 medley juvenil feminino –
1o São Paulo 4:30.19
2o Rio de Janeiro 4:30.43
3o Minas Gerais 4:30.93

Revezamento 4×100 medley juvenil masculino –
1o São Paulo 3:57.23
2o Minas Gerais 3:57.07
3o Paraná 4:01.31

Revezamento 4×100 medley júnior feminino –
1o Rio de Janeiro 4:26.06
2o Minas Gerais 4:43.02
3o Santa Catarina 4:44.81

Revezamento 4×100 medley júnior masculino –
1o Paraná 3:47.40
2o São Paulo 3:52.43
3o Santa Catarina 4:00.52

Classificação final Infantil
1o Rio de Janeiro 240 pontos
2o Paraná 221 pontos
3o Distrito Federal 163 pontos

Classificação final Juvenil
1o São Paulo 223 pontos
2o Rio de Janeiro 193 pontos
3o Minas Gerais 170 pontos

Classificação final Júnior
1o Rio de Janeiro 277 pontos
2o Paraná 173 pontos
3o Minas Gerais 159 pontos

Classificação final Geral
1o Rio de Janeiro 714 pontos
2o Paraná 539,5 pontos
3o São Paulo 532 pontos

Resultados completos:

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *