O Natal de 2020 finalmente trouxe os detalhes finais para o BREXIT, a saída oficial da Grã-Bretanha da União Europeia atendendo a votação nacional de 2016 onde 51,89% da população optou pela decisão. Enquanto o Primeiro Ministro Britânico Boris Johnson comemorava o “deal”, no mesmo dia, a Primeira Ministra da Escócia Nicola Sturgeon revelava que via o futuro de seu país como uma nação independente.

A Grã-Bretanha ou Reino Unido é a reunião dos países da Inglaterra, Escócia, País de Gales, a Irlanda do Norte e algumas outras ilhas e territórios menores. Diferente da votação nacional de 2016, os escoceses votaram em 62% para permanecer na União Europeia. Pesquisas mais recentes indicam que uma possível separação da Grã-Bretanha teria 58% de apoio popular.

Os países da Grã-Bretanha só competem separado nas competições de futebol da FIFA e nos Jogos da Comunidade Britânica. Na última edição do Commonwealth Games, em 2014, na cidade australiana de Gold Coast, a Escócia terminou em oitavo lugar com 44 medalhas, nove ouros, 13 pratas e 22 bronzes.

Na natação, a Escócia é mais relevante. No Commonwealth Games, o país teve o maior medalhista britânico da competição Duncan Scott que saiu de lá com quatro medalhas individuais conquistadas. A Escócia terminou em sexto lugar no quadro de medalhas do Commonwealth Games com nove medalhas, um ouro, quatro pratas e quatro bronzes.

Scott é o nadador mais proeminente da Escócia. Sua qualidade e versatilidade chamam muito a atenção. No Commonwealth, ele foi ouro nos 100 livre, prata nos 200 medley, e bronze nos 200 livre e 200 borboleta. No ano passado, ele foi bronze nos 200 livre no Mundial de Gwangju e protagonista no controverso episódio do pódio recusando uma foto com o campeão da prova, o chinês Sun Yang.

 

Hannah Miley

Outros dois medalhistas de Mundial também fazem parte do atual time da Escócia. Hannah Milley se destaca nas provas de medley e foi medalhista nos Mundiais de 2009 em Roma e 2011 em Shanghai, além de Ross Murdoch, um dos melhores nadadores de 200 peito do mundo, que subiu ao pódio nos Mundiais de Kazan em 2015 e Budapeste em 2017.

 

Veja os recordistas nacionais da Escócia e como devem fazer falta para a natação da Grã-Bretanha. Destas marcas abaixo, os 100e 200 livre de Scott, os 200 peito de Murdoch e os 400 medley de Miley são recordes nacionais da Grã-Bretanha:

RECORDES DA ESCÓCIA MASCULINO 

Prova Tempo Recordista
50m livre 22.21 Duncan Scott
100m livre 47.87 Duncan Scott
200m livre 1:44.91 Duncan Scott
400m livre 3:46.00 Stephen Milne
800m livre 7:46.41 Stephen Milne
1500m livre 14:53.83 Stephen Milne
50m costas 25.54 Jack Ness
100m costas 54.22 Gregor Tait
200m costas 1:55.67 Craig McNally
50m peito 27.25 Ross Murdoch
100m peito 59.09 Ross Murdoch
200m peito 2:07.30 Ross Murdoch
50m borboleta 24.05 Todd Cooper
100m borboleta 52.25 Duncan Scott
200m borboleta 1:56.59 Cameron Brodie
200m  medley 1:56.65 Duncan Scott
400m  medley 4:11.04 Daniel Wallace

 

RECORDES DA ESCÓCIA FEMININO

Prova Tempo Recordista
50m livre 24.68 Alison Sheppard
100m livre 54.31 Caitlin McClatchey
200m livre 1:56.97 Caitlin McClatchey
400m livre 4:06.21 Hannah Miley
800m livre 8:28.15 Hannah Miley
1500m livre 16:27.49 Megan Gilcrist
50m costas 28.11 Kathleen Dawson
100m costas 59.82 Kathleen Dawson
200m costas 2:11.81 Kathleen Dawson
50m peito 30.64 Corrie Scott
100m peito 1:07.67 Kirsty Balfour
200m peito 2:24.04 Kirsty Balfour
50m borboleta 26.75 Stan Harkin
100m borboleta 58.92 Tain Bruce
200m borboleta 2:08.24 Hannah Miley
200m  medley 2:09.46 Hannah Miley
400m  medley 4:31.33 Hannah Miley

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *