A Hungria anunciou hoje a sua dupla de porta-bandeiras e vai reconhecer dois atletas de muita história no país.

A porta-bandeira feminina será a esgrimista Aida Mohamed, 45 anos de idade, indo para sua oitava Olimpíada, nunca medalhou nos Jogos, mas acumula seis medalhas em Mundiais e outras tantas em Europeus.

No masculino a escolha foi para o nadador Laszlo Cseh disputando em Tóquio sua quinta Olimpíada tendo medalhado nas quatro que participou. São seis medalhas, quatro pratas e dois bronzes, todas em provas inidividuais. Em Tóquio, Cseh vai nadar apenas os 200 medley e, se subir ao pódio, alcançará um feito inédito de cinco Olimpíadas com medalhas, nem Michael Phelps conseguiu isso.

Cseh tem 35 anos de idade, é filho de atleta olímpico, seu pai, Laszlo Cseh Senior foi nadador nos Jogos de 1968 no México e 1972 em Munique.

Além de Cseh, outro país que anunciou porta-bandeira da natação foi Honduras, Julio Horrego, que estreará em Olimpíadas, foi anunciado por ter o melhor resultado individual.

Com a inclusão dos dois, agora são sete nadadores que serão porta-bandeira no desfile de abertura da Olimpíada no dia 23 de julho.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *