Dois nadadores da equipe olímpica da Rússia foram anunciados hoje pela FINA com suspensão provisional e devem ficar de fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Aleksandr Kudashev, campeão da seletiva russa dos 200 borboleta, e Veronika Andrusenko, campeã dos 200 livre, foram notificados da suspensão provisional por cruzamento de dados da WADA com o laboratório de controle de dopagem de Moscou.

Para competir em Tóquio, a Rússia será representada pela equipe dos Atletas Neutros da Rússia, sem a utilização da bandeira ou hino e todos os atletas precisam passar pelos exames de controle de dopagem. Sem dar detalhes, de qual infração, ou substância, a nota oficial da FINA fala em suspensão provisional enquanto o caso é deliberado.

Aleksander Kudashev tem 25 anos de idade, e venceu a Seletiva Russa nos 200 borboleta com 1:55.48. Ele já havia integrado o time russo no Mundial de 2015 e foi campeão da Universíades em 2019.

Veronika Andrusenko tem 30 anos de idade, diferente de Kudashev que seria estreante em Olimpíada, Andrusenko esteve no time de Londres 2012 e no Rio 2016. É casada com outro nadador da Seleção Russa Viechslav Andrusenko que esteve na equipe da Olimpíada de 2016.

Os nomes de Kudashev nos 200 borboleta e Andrusenko nos 200 livre aparecem no pré-start list divulgado hoje, mas os seus casos devem ser analisados antes da publicação do balizamento final.

 

Veja aqui o comunicado da FINA:

https://www.fina.org/news/2190057/pr-40-provisional-suspensions-for-two-swimmers-with-tokyo-2020-entries

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *