Começa nesta sexta-feira, na cidade de Omaha, a Wave I da Seletiva Olímpica Americana. O USA Olympic Trials está na mesma cidade, no mesmo local pelo quarto ciclo olímpico consecutivo. A Arena é a mesma, mudou de naming rights, mas continua sendo uma piscina temporária Myrtha construída para sediar o evento.

Omaha é a maior cidade do Estado de Nebraska, no meio oeste dos Estados Unidos, as margens do Rio Missouri. É uma cidade de quase meio milhão de habitantes e sede de um dos maiores patrocinadores da USA Swimming, Mutual of Omaha, uma empresa de seguros de saúde.

Levar a Seletiva Olímpica da natação americana para Omaha foi uma ação conjunta do empresariado local na busca do incentivo ao turismo esportivo. A cidade já sedia o College Wolrd Series desde 1950 que é a maior competição universitária de beisebol dos Estados Unidos. E ele acontece praticamente no mesmo período da seletiva da natação.

Este ano, a Seletiva será diferente. Mesmo com todas as flexibilizações já em andamento nos Estados Unidos, a USA Swimming e as autoridades locais de Omaha decidiram manter um plano mais conservador para sediar o evento. Assim, o CHI Health Center terá 50% de sua capacidade em ingressos que estão sendo vendidos em três faixas de 15, 20 e 25 dólares para as sessões eliminatórias e finais.

Mais importante do que a restrição de público, e os tradicionais testes obrigatórios para entrada na competição,  foi a necessária divisão do evento em duas partes. Chamadas de Wave I e Wave II, a USA Swimming dividiu a competição convocando os 38 melhores tempos de cada prova para a disputa principal que acontecerá de 13 a 20 de junho. Nesta primeira chamada, nadam os demais atletas e os dois primeiros colocados ganham automaticamente a classificação para disputar a Seletiva principal. Assim, na Wave II teremos 40 nadadores, cinco séries de oito atletas, e ali apontar os nadadores que irão para a Olimpíada.

No total, 1.565 nadadores disputam o USA Olympic Trials sendo 907 na Wave I e outros 658 na Wave II. Do total de 1.565 nadadores 837 nadam múltiplas provas, ou seja, praticamente a metade está na disputa em apenas uma prova. A nadadora Bella Sims, 16 anos de idade, é quem mais índices tem na competição, 11 das 14 provas. Entre os nadadores da Wave II, quatro nadadores estão com nove índices, três mulheres Hali Flickinger, Alex Walsh e Justina Kazan, e um homem, Chase Kalisz.

As duas etapas das Seletivas Americanas serão transmitidas tanto em streaming como pela TV americana. Para acompanhar do Brasil a opção é pelo site da USA Swimming ou pelo Olympic Channel. A Best Swimming vai atualizar esta informação durante a semana.

Veja abaixo algumas informações importantes da Seletiva:

Start list da Wave I

https://www.usaswimming.org/docs/default-source/eventsdocuments/psych-sheet.pdf

Programação horário da Wave I

https://www.usaswimming.org/docs/default-source/eventsdocuments/trials/6-2-21-us-olympic-team-trials-wave-i-pre-scratch-timeline.pdf

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *