Na história do Campeonato Europeu de Natação, apenas dois atletas conseguiram conquistar cinco títulos consecutivos na mesma prova, e os dois são húngaros e estarão presentes na competição na próxima semana.

Laszlo Cseh, aos 35 anos de idade, está na Seleção da Hungria na disputa dos Campeonatos Europeus desde 2004 e acumula um incrível recorde de 23 medalhas, 14 ouros, 4 pratas e 5 bronzes. É o segundo homem mais medalhado da história da competição. Entretanto, Cseh é o único entre os homens que foi capaz de vencer uma mesma prova cinco vezes, e fez isso duas vezes.

Nos 200 medley, ele venceu nas edições de 2006, 2008, 2010, 2012 e 2014, enquanto que nos 400 medley seus títulos vieram nas competições de 2004, 2006, 2008, 2010 e 2012. Este ano, Cseh nada apenas os 200 medley em busca da confirmação daquela que poderá ser sua quinta Olimpíada.

O outro penta campeão é Katinka Hosszu, vencedora dos 200 metros medley nos Europeus de 2010, 2012, 2014, 2016 e 2018. Assim como Cseh, Hosszu também é a segunda mais medalhada do Europeu, são 21 medalhas, 14 ouros, 5 pratas e 2 bronzes. A sua frente apenas a alemã Franziska van Almsick com 21 medalhas sendo 18 ouros e 3 pratas.

Em Budapeste, na disputa que começa na próxima semana, a Dama de Ferro vai nadar apenas três provas: 200 e 400 medley e os 200 borboleta. O seu programa é um indicativo que talvez seja este o programa de Hosszu para a Olimpíada.

Veja por edição de Europeus as medalhas de Katinka Hosszu:
2008 – 1 prata
2010 – 3 ouros, 1 prata
2012 – 3 ouros, 1 prata
2014 – 3 ouros, 1 prata, 2 bronzes
2016 – 4 ouros, 1 prata
2018 – 1 ouro
Total 14 ouros, 5 pratas, 2 bronzes

3 respostas
  1. ALEXANDRE ALENCAR DA COSTA
    ALEXANDRE ALENCAR DA COSTA says:

    Me lembro da época em que Tamas Darni, o nadador quase cego, dominava as provas de medley. Começou alí em 1988 o domínio húngaro nestas provas Sandro?

    Responder
    • Sandro
      Sandro says:

      Boa Tarde Alexandre!
      Realmente Tamas Darni foi um fenômeno da natação. Mesmo com sua deficiência visual, que poderia ser um atleta “paralímpico”, ele dominava as provas de medley entre os anos 80 e 90.
      Porém, antes dele, tivemos grandes nadadores húngaros de medley como a Martha Egerváry (Em 1962, ela foi a atleta do ano na Hungria), na década de 1970 tivemos como destaque no medley os húngaros como András Hargitay (foi o primeiro Campeão Mundial de 400 medley masculino da Hungria), Csaba Sós ( pai do atual selecionável Csaba Sós e desde 1990 vice-presidente da Associação Húngara de Natação , desde Janeiro de 2017 capitão federal da equipe húngara de natação ), Zoltán Verrasztó (Medalhista Olimpico em 1980 e pai dos atuais nadadores Evelyn Verrasztó e Dávid Verrasztó).

      Responder
  2. Sandro
    Sandro says:

    É fato que a Hungria domina as provas de medley na Europa.
    Impressionante que mesmo sendo especialistas em outros estilos como o borboleta e costas, os húngaros, em geral, têm excelentes fundamentos no nado peito que lhes proporciona sempre um final de prova forte no medley.
    No masculino, tivemos ótimas rivalidades entre os húngaros Laszlo Cseh, Dávid Verrasztó, Péter Bernek, Gergely Gyurta.
    E no feminino as feras e rivais do medley foram as húngaras Katinka Hosszu , Zsuzsanna Jakabos , Boglárka Kapás.
    Porém, o celeiro de nadadores de medley húngaro não pára e temos bons reforços com Hubert Kos, Balazs Hollo, Daniel Sos, Dominik Mark Torok, Panna Ugrai, Dalma Sebestyen, Reka Gyorgy.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *